Quando trocar de Plataforma de E-commerce?

Tanto para pequenos como para grandes empresários a alternativa de locar o seu e-commerce e evitar a dor de cabeça da contratação de profissionais para o desenvolvimento e o gerenciamento da plataforma da loja e até os possíveis e comuns erros do dia, tem se tornado uma alternativa altamente eficiente.

Mas nem sempre o lojista acaba satisfeito com a escolha da plataforma, ou porque acabou identificando que esta não atendia a todos os requisitos que os seu clientes precisam para fazer a compra ou para que ele possa administrar com eficiência sua loja virtual, ou pelo simples fato de a loja começar a apresentar bugs que até então não haviam sido visualizados no período de teste.

Apesar de ser um processo que não deveria ocorrer com tanta frequência, é muito comum ver lojas virtuais migrando de uma plataforma para outra, nem sempre por insatisfação, mas também por benefícios que a outra pode acabar oferecendo.

A troca de plataformas de e-commerce deve ser feita somente em último caso e mantendo a precaução para possíveis problemas

Para os lojistas é importante saber o momento exato de fazer essa migração. Mesmo que a plataforma considere um procedimento rápido e simples é importante que o empreendedor fique atento a alguns fatores que podem fazer a diferença para os visitantes da loja.

Primeiro, como a mudança do layout também sofrerá alteração, estas passaram por estudos de usabilidade que a tornem mais fácil que o layout anterior para que as compras aconteçam?

Afinal, não será de muita utilidade migrar e ter um layout mais difícil para finalizar a venda apenas para economizar alguns reais.

Segundo, por qual período de inatividade a loja precisará passar para que a troca das plataformas ocorra? Essa informação é muito importante para que o lojista consiga se programar e não ter suas vendas prejudicadas, principalmente em períodos de datas comemorativas que podem potencializar as vendas.

Terceiro, vale realmente a pena trocar de plataforma? Às vezes os problemas enfrentados ou as vantagens oferecidas pela segunda plataforma podem ser negociados com a primeira plataforma evitando a burocracia da troca de plataforma.

Trocar de plataforma apenas para ter um desconto nem sempre é a melhor alternativa para suas vendas

Lembre-se que trocar a plataforma de seu e-commerce deve ser uma decisão consciente e não apenas levada por pequenos fatores que nem sempre estão prejudicando o desempenho da loja virtual.

Mudar de plataforma, como falamos anteriormente deve ser pensado quando esta dificulta o processo de compra dos consumidores, a gestão da loja e a sua divulgação.

E é muito importante que antes de mudar de plataforma, se teste o máximo possível a nova para evitar que os mesmos ou novos problemas apareçam.

Boas Vendas!

Posts Relacionados

Faça seu Comentário