Os sete pecados das lojas virtuais: Layout fora do contexto

Continuando com a nossa série sobre os Sete Pecados que os empreendedores cometem, chegamos ao que mais interfere na hora do fechamento da compra, o layout.

Quando falamos de layout estamos falando diretamente do comportamento do consumidor dentro do site, afinal para que ele compre em sua loja, ele precisa localizar o produto, passar pelos processos de ver e se encantar, clicar no botão comprar e por fim cair no formulário de dados para validar a compra.

Interromper o processo de compra do consumidor e fazer com que ele reflita se a compra vale ou não a pena.

Parece fácil, mas se em cada uma destas etapas ele passar por um empecilho ele irá parar para analisar se vale a pena comprar na loja ou não.

Os principais erros cometidos pelos empreendedores no layout de suas lojas virtuais são: inovar sem analisar o impacto, acreditar que o seu gosto é o ideal para a loja e cair no modismo.

Inovar é importante é bom, mas se mal feito o impacto pode ser desastroso para as lojas virtuais.

Inovar no layout é importante desde que seja estudado os impactos que isso ira causar no cliente, vejamos o exemplo da Microsoft e o quanto ela está gastando em publicidade para explicar e orientar sobre o novo layout do Windows.

Lembre-se o cliente esta acostumado com alguns padrões e acaba atuando de forma meio que automática dentro do site. Mesmo que inovar seja sempre bom, deve-se tomar muito cuidado, para que estas ações “automáticas” do consumidor não se percam e façam com que ele desista da compra, por isso se você pretendia brincar de pique esconde com o botão comprar é melhor esquecer.

O layout deve atender as necessidades do cliente e somente do cliente.

Por mais que você tenha conhecimentos em design e entenda, o seu gosto nem sempre é o do seu cliente, por isso antes de definir o layout, é importante conhecer os gostos e comportamentos de seu cliente e as características principais de seus produtos, fugir destas regras é praticamente decretar a falência da sua loja antes mesmo de inaugura-la.

Cada loja tem uma característica e um objetivo, imitar o seu concorrente ou uma loja bem sucedida, pode ser prejudicial a sua loja virtual.

Por fim talvez o maior erro seja cair no modismo, por exemplo a moda atual são as light box que abrem quando se carrega a loja com um cupom de descontos para que o cliente se cadastre. Pare e pense é a primeira vez que o consumidor acessa sua loja, na maioria dos casos a loja ainda é desconhecida, você acredita mesmo que ele já vai sair colocando seus dados no primeiro formulário que aparecer?

Sempre que for copiar algo que você achou legal e acredita que se encaixa no perfil de sua loja virtual, analise se realmente isso irá interessar a seus consumidores.

Para finalizar duas dicas essências na hora de fazer o layout de sua loja virtual:

  1. Cores vibrantes ou muito chamativas costumam cansar a vista de quem está a frente do monitor, ficar alguns minutos na frente de uma loja com estas cores pode ser tornar um tormento para o comprador.
  2. Imagine sua loja como uma loja física, você pretende que ela seja a grande magazine ou a barraquinha de camelo (nada contra, mas cada loja tem suas características). O que você imaginar é o que você deve empregar ao layout da sua loja.

Boas Vendas!

Posts Relacionados

1 comment

As lojas virtuais parece ser muito simples, mas não é, posso dizer que é uma ilusão para aqueles que não tem experiencia nenhuma, tem que fazer um trabalho personalizado e profissional, não esperar que as coisas caiam do céu! Bela postagem…

Um forte abraços e sucesso!

Faça seu Comentário