As Lojas Virtuais estão aprendendo a lidar com a Black Friday

Como já é de praxe em nosso blog, sempre fazemos um post meses antes da Black Friday para alertar as lojas e um logo após para comentar como foi. Neste exato momento são 11h da manhã da sexta-feira em que ocorre a Black Friday e vários problemas já foram detectados nas principais lojas virtuais.

Muitas lojas ainda insistiram em maquiar preços com o objetivo de tentar ludibriar os consumidores mais leigos. Alguns usuários já experientes das últimas versões monitoraram os preços durante a semana e denunciaram estas altas nas páginas sociais destas mega lojas.

Algumas lojas desistiram de tentar ludibriar o consumidor e criaram verdadeiras promoções na Black Friday

Mas tenho que admitir que fiquei surpreso em ver algumas lojas realmente promovendo algumas promoções. Nada milagroso como aquelas ofertas de 80% ou 90% de desconto, mas era possível encontrar preços bons se pesquisasse com calma nas lojas.

Talvez o maior problema detectado até o momento na Black Friday tenha sido o de lojas que tiveram problemas para colocar suas promoções no ar, ficando de 30 minutos há 1 hora para atualizarem seu site, o que pode ter gerado certa confusão em alguns consumidores, já que muitas lojas fizeram promoções antecipadas na quinta-feira.

Houve vários problemas técnicos nas lojas virtuais

Um problema mais sério e que o autor deste blog considerava que as lojas já experientes com o aumento das vendas nesta data iriam sanar, é o trafego dentro dos sites.

Muitos sites apresentaram lentidão ou chegaram ao ponto de ficar fora do ar. O site da Americanas.com por exemplo, por várias vezes após a meia-noite exibia alertas na tela de que o site estava congestionado e solicitava que seus consumidores não tentassem atualizar a página, apenas aguardassem que logo seria liberado o acesso.

Problema igual foi detectado nas televendas, que mesmo varando a madrugada contavam com suas linhas congestionadas e dificilmente era possível falar com os vendedores.

Devido à lentidão nos sites, em vários momentos chegou a ser impossível fazer a compra com sites redirecionando para a página inicial, quando não zeravam o carrinho de compras.

De forma geral, neste meio dia de Black Friday podemos dizer que o comércio virtual brasileiro está aprendendo aos poucos a lidar com esta data e a não tentar ludibriar seus clientes. mesmo ainda existindo empresas que arriscam com este tipo de técnica. Quanto à parte técnica ainda há muito o que melhorar, mas acredito que as lojas se preparem melhor no próximo ano.

Boas Vendas!

 

 

Posts Relacionados

Faça seu Comentário