Identificando a origem das visitas do seu site com o Analytics

Um dos relatórios mais básicos do Analytics é o de origem de tráfego. Nele é possível saber exatamente quais mídias estão trazendo tráfego para o seu site e se o retorno esperado está ocorrendo.

Exatamente por isso este relatório tem grande importância para quem precisa identificar os resultados de suas campanhas de marketing digital e saber qual das mídias está trazendo conversões para a loja virtual ou qual delas está cumprindo as metas em sites procurando leads.

Apesar de básico, o relatório de Origem de Tráfego é o que pode trazer informações mais qualificadas para uma campanha de Marketing Digital

Para quem ainda não conhece, este relatório está presente no menu da esquerda do Analytics em Aquisição. Dentro dela, você encontrará formas diferentes de visualizar a origem do seu tráfego, sendo este relatório talvez o mais importante de Todo o Tráfego.

Em Todo o Tráfego é possível identificar todas as principais origens de visita que seu site recebeu no período em que você deixou pré-estabelecido no calendário, além de saber a taxa de rejeição de cada um, bem como a duração média das visitas e a taxa de conversão  de cada uma das mídias.

Este relatório pode se tornar ainda mais sofisticado e funcional para sua campanha quando são utilizadas as Urls com parâmetros personalizados que permitem ao Analytics medir os resultados de uma possível ação de marketing que sua empresa esteja fazendo.

Por exemplo, digamos que sua empresa queira fazer uma ação de e-mail marketing e que para ela não interesse saber se o e-mail veio do provedor @gmail ou @hotmail, mas sim qual e-mail marketing gerou visitas para o site. Com a inclusão das UTMS nas urls do e-mail, o Google Analytics consegue em relatório de Origem de Tráfego identificar qual e-mail passou a gerar visitas para o site.

Combinar Urls Personalizadas com o relatório de Origem de Tráfego tornará seus relatórios muito mais precisos

Para você que não conhece os parâmetros para incluir em suas URLS, o Google lançou o site Criador de URL, que lhe ajudará a personalizar suas URLS. É importante lembrar que você não precisa trabalhar com estes parâmetros no AdWords, e que inclusive, trabalhar com eles pode comprometer a captura de dados dependendo de suas configurações.

Outro ponto interessante dos relatórios de Origem de Tráfego é que eles estão presentes em praticamente todos os outros relatórios do Analytics, permitindo um cruzamento de informações, como por exemplo, identificar a origem da venda de um produto, ou a origem do tráfego de uma página específica.

Para fazer este cruzamento de dados, utiliza-se o botão Dimensão Secundária, presente logo abaixo do gráfico. Em seguida, clique em Aquisição e depois em Origem/Mídia.

Por fim, este relatório ajudará você a entender melhor como andam os resultados de suas campanhas e quais estão realmente lhe dando retorno.

Até o próximo artigo!

Posts Relacionados

Faça seu Comentário